52WP | Livro da Semana: Objetos Cortantes + Autolink Semana 49


Sempre me senti triste pela garota que eu era, porque nunca me ocorrera que minha mãe poderia me consolar. Ela nunca me disse que me amava, e nunca supus que sim. Ela cuidava de mim. Ela me administrava.
Objetos Cortantes 

Camille Preaker é jornalista do Daily Post, um jornal de baixa circulação em Chicago. Logo após de seu retorno de um clinica psiquiátrica onde tratou seu problema de automutilação, o jornal recebe uma proposta de cobrir um grande furo em Wind Gap, Cidade Natal e teatro de grandes lembranças de Camille, e Frank Curry, edito chefe, acredita que a menina é a mais indicada para cobrir o caso por ter nascido e crescido no local.

Sem muitos recursos, Camille se vê obrigada a hospedar-se na casa de sua família, e ali onde todos os pensamentos psicóticos e autoflagelação se iniciaram, ela começa a desvendar não só pistas com relação ao assassinatos como também segredos ligados a sua família.

Um livro cheio de tensão, com uma narrativa inquietante e perturbadora. Cheio de reviravoltas e jogadas inusitadas, Gillian Flynn mais uma vez, vem mostrando que consegue acabar com o leitor durante o desenrolar de sua trama. 

Mari Martelote

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram